+ -

Pages

Chaves para ser uma pessoa mentalmente saudável

Se você quer ser uma pessoa emocionalmente saudável, deve ter a capacidade de tomar decisões e se adaptar às mudanças, além de ter resiliência. Descubra algumas chaves para alcançá-lo.



Ser uma pessoa mentalmente saudável significa ter a capacidade de tomar decisões e saber como se adaptar às mudanças no ambiente, ou seja, ter um mínimo de flexibilidade e saber responder às adversidades da vida.



ser una persona mentalmente sana significa tener la capacidad de tomar decisiones Ser uma pessoa mentalmente saudável significa ter a capacidade de tomar decisões



Chaves para ser uma pessoa mentalmente saudável



1) Exercício físico. Para ser uma pessoa mentalmente saudável você também tem que ter um corpo saudável. Como você já sabe, mente e corpo estão relacionados, por isso é importante ficar em forma para garantir uma boa saúde mental. Ser passivo não está na nossa geração e se movimentar um pouco a cada dia fará todo o nosso corpo funcionar melhor... e surpreender! O cérebro também faz parte do nosso corpo. Você não precisa se matar para praticar esportes. Com 20 minutos de exercício diário é suficiente.



2) Coma corretamente. Traga os alimentos da mais alta qualidade para seu cérebro, a fim de nutri-lo e torná-lo mais rico. Esqueça fast food e açúcares simples. Por outro lado, escolha os seguintes alimentos:



- Nueces. Essas nozes são talvez as melhores para o cérebro. Pegue um punhado de nozes por dia para reduzir o envelhecimento cerebral porque elas contêm substâncias neuroprotetoras, tais como: ácido graxo ômega-3, vitamina E, vários tipos de antioxidantes e ácido fólico. Melhore o desempenho cognitivo para que as pessoas quem se acostumar a tomá-los freqüentemente processa e trabalha mais rapidamente com as informações. Outros alimentos ricos em gorduras omega-3 são salmão, anchova e sardinha. Pense que nosso cérebro é composto de 60% de gordura.



- Vegetais de folhas verdes, especialmente brócolis. A colina é uma das substâncias mais interessantes neste superalimento. Tem a capacidade de retardar os danos cognitivos e é um fator de proteção contra as demências, como a doença de Alzheimer, além de facilitar o aprendizado do conhecimento, das habilidades motoras e da memória. Outras fontes de colina podem ser encontradas em couve-flor e ovos, embora em menores proporções.



- Apio e cenoura. Uma das principais razões pelas quais o cérebro envelhece é pela inflamação do mesmo. A luteolina encontrada nesses dois vegetais tem a capacidade de reduzir a inflamação e melhorar o desempenho cognitivo.



Gorduras saudáveis ​​do coco Segundo a pesquisa da Dra. Mary Newport, autora do famoso livro "Doença de Alzheimer: E se houvesse uma cura?" O óleo de coco é um alimento protetor para o cérebro porque contém triglicerídeos de cadeia média que o fígado rapidamente converte em cetonas, um dos principais combustíveis do cérebro, já que nosso corpo funciona graças à glicose. Segundo ela, esse tipo de cetona é especial porque pode até reverter os danos nos neurônios até certo ponto. Tome cerca de 6 colheres de chá de óleo de coco cada dia é suficiente para satisfazer as necessidades diárias.



3) Descanse tempo suficiente e foge stress. Lo recomendado é de 8 horas por dia, embora muito poucas pessoas o façam, é muito difícil fazê-lo com o ritmo de vida que a maioria das pessoas tem. No entanto, pelo menos considere as 7 horas. Por outro lado, aprenda a manter a calma em situações de tensão. Se você não tem idéia de como fazê-lo, pode ir a um terapeuta, a cursos especializados sobre o assunto ou começar com algum tipo de exercício, como ioga ou meditação. O relaxamento progressivo baseado em Jacobson é provavelmente o melhor método para relaxar o corpo e a mente simultaneamente e um pouco de prática é suficiente para dominá-lo (facilmente alcançável por todos, independentemente da idade).>

4) Seja curioso. Você tem alguma dúvida? Não espere que alguém resolva, faça você mesmo! Leia, informe-se, explore novas ideias, estude por prazer, enfim, culture-se e tente aprender algo novo todos os dias, não importa o quanto, o suficiente para não enferrujar. Abra sua mente e tente expandir seus pontos de vista, não se ater a uma única ideia, caminho ou ideologia, aprenda sobre o resto, compare e decida por si mesmo.



5) Relacionar-se com o mundo. O ser humano é um animal social e, como tal, precisamos nos relacionar com outras pessoas. Isolar-nos do mundo só nos fará infelizes a longo prazo. O isolamento sofrido por pessoas com transtornos mentais apenas reflete seu sofrimento e a separação dos outros só piora seus sintomas. O apoio familiar e social conforta a pessoa, torna-a empática e mais saudável emocionalmente. Por sua vez, a troca intelectual com outras pessoas mantém nosso cérebro ativo. Quanto mais pessoas você se relacionar, mais dinâmico, aberto e flexível seu cérebro se tornará. Se sempre nos cercarmos de pessoas com a mesma opinião de um único ponto de vista, podemos cair no erro de nos tornarmos dogmáticos.



6) Conheça a si mesmo. Aprenda a identificar seus sentimentos. Reconhecer como nos sentimos fornecer o tipo de respostas que temos para dar em uma determinada situação. Além de preevemos e também quais são as situações que nos fazem perder o controle e, assim, evitá-los.



também identifica seus pontos fortes e fracos para tirar proveito deles. Comece fazendo uma lista de coisas que você gostaria de mudar e desenvolver um pequeno plano de ação para que, com a curto, médio e longo prazo. Por sua vez, escreve em outra lista seus putnyos fortes e congratular-se sobre eles.



las experiencias que hemos vivido son una fuente de conocimiento que nos permitirá evolucionar y mejorar en el futuro As experiências que viveram são uma fonte de conhecimento que nos permitirá evoluir e melhorar no futuro



7) Fugi pessoas tóxicas. Se você se cercar de pessoas negativas que só faz você se sentir mal você vai acabar como eles, porque, tanto quanto dói é melhor você parar de ver essas pessoas na medida do possível. Não é cortar completamente a relação se tiver sido alguém que sempre foi em sua vida, no entanto, considerar vê-los com tanta frequência.



8) Aprenda com o passado. As experiências que vivemos são uma fonte de conhecimento que nos permitirá evoluir e melhorar no futuro, no entanto, se ignorarmos, tenderemos a cair no mesmo erro. Uma pessoa mentalmente saudável aprende a identificar as situações que lhe causaram algum tipo de dano no passado e faz o possível para não repetir suas ações. Como se costuma dizer: a loucura está sempre fazendo a mesma coisa na esperança de um resultado diferente.

5 Salve a Saúde: Chaves para ser uma pessoa mentalmente saudável Se você quer ser uma pessoa emocionalmente saudável, deve ter a capacidade de tomar decisões e se adaptar às mudanças, além de ter resiliênc...
< >